terça-feira, 6 de junho de 2017

MUTIRÃO LIMPEZA DE PRAIA IPARANA CAUCAIA




A manhã ensolarada de domingo, dia 28/05/2017, foi voltada à conscientização ambiental. Ao invés de curtir o mar e as horas de descanso, muitas pessoas vestiram a camisa e se dedicaram, voluntariamente, ao projeto “AMBRASUS” em que promoveu um grande mutirão de limpeza na beira da praia.















Na beira da praia foram retirados diversos tipos de lixo, entre plásticos, papel, garrafas, vidro e variados tipos de entulho. As dunas foram o principal foco. Conforme os grupos iam passando pela orla e realizando a limpeza, a ação despertava o interesse dos banhistas e visitantes.

TELE COLETA (085)-9-8723,8202 ou 9601,9061


sexta-feira, 21 de abril de 2017

MUTIRÃO PRAIA LEGAL (AMBRASUS CAUCAIA)




          Invés de curtir o mar e as horas de descanso, muitas pessoas vestiram a camisa e se dedicaram, voluntariamente, ao projeto praia legal (AMBRASUS JUNTO COM A SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE IMAC CAUCAIA).




          O prefeito naumi amorim acompanhou a ação e falou sobre a importância da colaboração da população "Continuamente, realizaremos mutirões de limpeza na orca de Caucaia".
          Um grupo de voluntários realizou, um mutirão de limpeza na orla de Caucaia, envolveu diversas entidades, entre elas, organizações ambientais, instituições de conscientização, para a coleta de resíduos sólidos, como pedaços de plásticos, Pets, vidros, latas, isopor, bitucas de cigarro, palitos de sorvete e de pirulito e tampinha de garrafa. De acordo com a organização, o mutirão tem a importância da conscientização ambiental em relação ao descarte inadequado do lixo.

                                                                                              





            A iniciativa foi elogiada por todos. “Foi simplesmente ótimo. Excelente iniciativa de conscientização e educação ambiental para jovens e crianças, bem como de reflexão a respeito de nossas atitudes em relação ao meio ambiente. "Parabéns a todos pela suas ações" 










           A ideia é realizar mutirões em outras orla para dar exemplo a população como deveremos cuida do nosso meio ambiente.  O lixo deve ser colocado no lixo. Precisamos fazer a nossa parte. A natureza agradece” 
(JOÃO PAULO PRESIDENTE DO AMBRASUS).


TELE COLETA =  WHATSAPP = 9-8723,8202 ou 9601,9061
http://ambrasus.wixsite.com/ambrasus



terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Responsabilidade Social

Responsabilidade Social 

limpeza nas praias de fortaleza 












TELE COLETA = (085)-WHATSAPP 9=8723,8202 OU9601,9061

http://ambrasus.wix.com/ambrasus

Consumo Consciente de ÁGUA

                                                         Consumo Consciente – Água 
A maior parte da água doce existente no mundo, está concentrada em apenas 19 países. E o Brasil é uma das nações privilegiadas, pois possui 13,7% da água doce do planeta, embora sofra com o problema de concentração dos mananciais: 70% do recurso está na região Norte. O consumo de água em nosso país divide-se da seguinte forma: 59% destinados à agricultura, 22% em uso doméstico e 19% em uso industrial. No item que está ligado diretamente a nós consumidores, o uso doméstico, boa parte do desperdício, em nosso país, concentra-se nos vazamentos escondidos, descargas solta ou antigas e na falta de racionalização do uso. Já a poluição ambiental é um dos principais fatores que colaboram com a degradação dos recursos hídricos no Brasil.

                                                                              Desafios 
O adensamento populacional aliado à ocupação desordenada faz com que o serviço de distribuição de água potável torne-se uma tarefa desafiadora para o poder publico nas grandes cidades do Brasil. Além disso, o problema no processo de urbanização reflete-se diretamente na qualidade da água dos
mananciais que abastecem as cidades. Ou seja, além do tratamento de água, torna-se fundamental o desenvolvimento de novas técnicas de captura da água bruta e um intenso programa social de conscientização ambiental da população. A estimativa das Nações Unidas é que até 2015, pelo menos 11% da população mundial, o equivalente a 783 milhões de pessoas, continuaram carentes de
água potável. De acordo com os dados, 1,1 bilhão de pessoas continua sem redes de esgoto, e cerca de 4 mil crianças morrem diariamente por doenças diarréicas associadas à falta de qualidade da água.
Diante disso, é mais do que fundamental reduzir o consumo de água. A ideia não é deixar de usar a água, mas sim ter consciência de que é importante poupá-la. Para tanto, é preciso adotar soluções para um consumo consciente, como o reuso de água, fundamental para minimizar a utilização deste recurso e ainda economizar na conta de água. A captação de água das chuvas, por exemplo, pode também trazer forte impacto positivo, econômico, ambiental e até auxiliar na prevenção de enchentes.

Várias soluções podem ser feitas em sua própria casa, de forma bem simples.
Confira:
                         O que você pode fazer para contribuir com a preservação:

No banheiro

Prefira torneiras únicas - Quem utiliza torneiras com medição individual para 
água quente e fria sabe quanta água é gasta até se chegar à temperatura ideal. 
Por isso, prefira as torneiras com saída única de água. Dessa forma, seja no 
chuveiro ou na pia, a água já cairá misturada e você poderá acertar a 
temperatura mais facilmente, contribuindo com a economia de água.



Faça xixi no banho – Isso pode soar bastante estranho, mas ao fazer xixi 
durante o banho é possível economizar uma descarga, o que representa 12 
litros de água potável que deixam de ser usados. Os dados são de uma 
campanha da fundação SOS Mata Atlântica. Eles defendem o hábito como 
uma forma de contribuir com a conscientização popular sobre o desperdício da 
água e com isso degradar menos a natureza, preservar os recursos naturais e 
as nascentes dos rios. Portanto se você estiver tomando banho e bater aquela 
vontade, pode fazer seu xixi tranquilamente. O meio ambiente agradece.

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

COLETA SELETIVA EM FORTALEZA E CAUCAIA




A Coleta Seletiva serve para organizar, de forma diferenciada, os resíduos sólidos que podem ser reciclados. Esta coleta pode ser feita por caminhões que passam semanalmente nas residências ou nos Postos de Entrega Voluntária (PEV) espalhados pela cidade.
Nesses pontos existem coletores com diferentes divisões, ou tambores coloridos para cada tipo de material de embalagem. É importante ressaltar que os materiais de embalagens devem ser limpos antes de colocados nos coletores ou tambores.
Os materiais coletados são enviados para Centrais de Triagem, onde são colocados em esteiras rolantes (como pode ser visto na figura abaixo a esquerda) para serem separados de acordo com o tipo de material. Depois de separados, os materiais são compactados, amarrados em fardos (figura a direita) e vendidos para as fábricas de reciclagem.



                              

                                   

A reciclagem é um meio de sobrevivência para muitas pessoas, que não tem uma oportunidade de trabalho ou enxergou nela uma segunda opção para ganhar dinheiro. O trabalho de um carroceiro, não é nada fácil. Diariamente estão expostos a humilhação por uma sociedade que não entende o quão importante é o seu trabalho, e por isso, são invisíveis aos nossos olho




Há pessoas que não entendem o sistema de coleta quando vê o veículo recolhendo o reciclável e jogando tudo junto em um mesmo caminhão. Na verdade, essa ‘mistura’ não gera prejuízo, porque todo o material é levado para a Central de Triagem e, lá, devidamente separado por tipo (metal, vidro, papel, plástico, etc). O que não pode acontecer é misturar lixo orgânico, não reciclável, com aquele que pode ser reaproveitado. Isso sim geral prejuízos para quem hoje vive do processo de reciclagem




                           





COLETA SELETIVA DE MATERIAL RECICLAVES TELE COLETA 
(085) WHATESPP  9,8723,8202 OU 9601,9061


Tudo começa a partir de algo pequeno, uma floresta nasce de uma semente, uma revolução nasce de uma ideia. É necessário apenas acreditar em algo e colocar toda sua força para fazê-lo